Sinopse

    Nina Scott está cansada do estilo nômade que sua mãe a força a viver, mudando de cidade, estado e até país cada vez que algo estranho acontece ao redor da garota. Depois de um último incidente em Amsterdã, Stella, mãe de Nina, resolve que é hora de se mudarem novamente, desta vez, para Nova Iorque. Mas, para surpresa de Nina, Stella decide ficar de vez na cidade, permitindo que a filha, pela primeira vez, faça verdadeiras amizades na escola, arrume um emprego e talvez, até, participe da festa de formatura e se matricule numa faculdade. Porém, coisas estranhas continuam acontecendo ao redor da garota…

    Frequentemente ela se sente fraca, tonta, desmaia e quando retorna a si, descobre que um acidente aconteceu, resultando na morte de um desconhecido.

    O que está acontecendo? O que Stella esconde dela? De quem são os olhos azuis que costuma ver antes de desmaiar e o que eles têm a ver com as mortes ao seu redor?

Resenha

    Desde o início do livro desconfiamos que a protagonista não é uma menina comum; com acidentes perigosos acontecendo ao seu redor numa frequência assustadora, sua mãe super protetora criou o costume de mudar de estado ou país sempre que acredita que a vida da filha foi posta em risco. Mas, por algum motivo, ela resolve se instalar definitivamente com Nina em Nova Iorque.

    Nina quer muito continuar na cidade, então esconde da mãe os acontecimentos estranhos que têm vivido, com medo de se mudarem de novo. Completamente apaixonada por Kevin, aluno novo em sua turma, e com uma raiva crescente por Richard, outro aluno novo que a tira do sério cada vez que se encontram, Nina vai aos poucos descobrindo quem realmente é e o que isso significa não só para ela, mas também para os Zyrkinianos, raça humanóide de um mundo paralelo que são nada mais que a “Morte” e estão atrás dela a todo custo.

    O livro é uma grande introdução a história. Temos a apresentação dos personagens principais, da história dos Zyrkinianos e de onde Nina se encaixa em tudo isso. Nina, por sinal, é uma garota bem valente, dentro dos limites dela, claro. Mas ela tem presença de espírito, desconfia de tudo e todos e faz o que pode para sobreviver, se aliando até à “morte” se isso a mantiver viva por mais um dia.

    A narrativa é fluida e o livro é bem gostoso de se ler, embora seja um pouco previsível. Se há algum ponto contra é a rapidez com que as coisas ocorrem. Rapidamente Nina consegue uma amiga, rapidamente ela se apaixona, rapidamente tudo. Em compensação, a autora sai da mesmice dos livros juvenis atuais, cria um mundo completamente novo, onde a “morte” está sempre a espreita e a cada passo que Nina dá ela chega mais perto da sua própria morte. 

    FML Pepper, por sinal, é uma autora nacional que lançou seu livro de estréia de forma independente na Amazon. Fazendo o trabalho de divulgação de “Não Pare!” sozinha, ela conseguiu, à muito custo, colocar o volume dentre os 100 mais vendidos da Amazon e também na lista dos 10 mais populares do gênero! 

Avaliação Final: 

 

Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *